As imagens dinâmicas são navegáveis: clique com o mouse e arraste para alterar a direção e velocidade de rotação ou parar. Se preferir, clique nos botões do menu em cada imagem para outras funções, conforme a legenda abaixo:
Tela cheia Para baixo
Informações Para cima
Rotacionar Para a direita
Aproximar Para a esquerda
Afastar  
musica
Compartilhar





Com origens que remontam aos anos 40, a Fundação Bienal de São Paulo foi criada em 1962, dando continuidade ao processo de modernização da sociedade e à criação das bases institucionais e culturais que levaram São Paulo a ingressar no circuito internacional das artes. Até esta época, os investimentos governamentais na produção cultural se restringiam ao Rio de Janeiro, capital do país. Em São Paulo, a produção artística estava ligada à iniciativa privada, aos ricos de uma elite tradicional que vez por outra faziam doações ou intermediavam as relações e contatos com políticos.

Em 1949, logo após a inauguração do Museu de Arte Moderna - MAM, o empresário Ciccillo Matarazzo propôs a realização de uma grande mostra internacional inspirada na Bienal de Veneza. Superando várias dificuldades, principalmente o fato do Brasil até então estar fora do circuito internacional de artes e assim não ter qualquer tradição ou presença política, a 1ª Bienal de São Paulo foi inaugurada em 20 de outubro de 1951, na antiga esplanada do Trianon (onde hoje fica o MASP), cedida pela Prefeitura. No pavilhão adaptado, 1.854 obras representaram 23 países. Seu sucesso foi estrondoso.

Em 1957, a Bienal de São Paulo passou a ocupar definitivamente sua atual sede no Parque do Ibirapuera, o Pavilhão Ciccilio Matarazzo.

Em mais de meio século de existência, suas edições representaram mais de 150 países, 11.000 artistas e 60.000 obras, num espaço que permitiu a convivência de várias expressões artísticas. A Bienal de São Paulo é o evento que realmente projeta o Brasil no cenário mundial, e está entre os 5 mais importantes do mundo em sua categoria.

A 27ª Bienal de São Paulo mostra ao público a produção artística contemporânea, discutida e analisada em seminários desde janeiro de 2006. Artistas de várias partes do mundo passaram meses no Brasil preparando novas obras que, junto à produção nacional, ficam expostas ao público de 7 de outubro a 17 de dezembro de 2006.

Esta Bienal tem menos artistas (um total de 118), mas conta com mais obras de cada um, todos gravitando no tema central "Como Viver Junto", uma reflexão sobre a vida coletiva em espaços partilhados.

Para se ter uma idéia da grandiosidade e qualidade dessa mostra, clique nos pontos das plantas abaixo e se deslumbre.
Não existem registros cadastrados.
Endereço Avenida Pedro Álvares Cabral - Portão 3 - Ibirapuera
Telefone (11) 5576-7637 / 7641 / 7636
Horário de atendimento De terça a sexta-feira, das 9h às 21h, sábado, domingo e feriado, das 10h às 22h. A entrada fecha sempre uma hora antes do encerramento. O evento ocorre entre 7 de outubro a 17 de dezembro de 2006
Entrada Franca
Serviços Agendamento de visitas guiadas (tel. 5576-7648 ou 5576-7647), seminários internacionais, quinzena de filmes, projeto educativo e publicações. Acesso a portadores de deficiências físicas
Estacionamento Sim
Website http://www.bienalsaopaulo.org.br
Você pode navegar por todas as regiões da cidade, basta clicar sobre o mapa e arrastar para os lados ou utilizar a ferramenta no canto superior esquerdo (as setas direcionais). Logo abaixo, há uma ferramenta de aproximação (tecla +) e de afastamento (tecla -).

No canto superior direito, é possível escolher a visualização do mapa. Em "SAT", você transforma a imagem em fotográfica; em "TER", o mapa mostra a rua com terreno; em "EARTH", você interage com o GoogleEarth (é necessário ter o plugin ou programa instalado).

Você ainda pode traçar uma rota de chegada até este local. Na caixa de diálogo do mapa, basta clicar em "Rota". Uma nova página se abrirá, então digite o seu endereço completo e clique em "OK". (No seu endereço, digite somente o nome completo da rua, número - sem complemento, nome da cidade e UF, conforme o exemplo: "rua exemplo, 123 - são paulo - sp"). O posicionamento constante no mapa pode ser apenas aproximado, e as informações disponíveis são de responsabilidade do Google.