musica
Compartilhar





Endereço Avenida Estado, 777 - Bom Retiro
Telefone (11) 3327-2727
Informações "Em 10 de janeiro de 1948, foi criado o Grupo Especial de Polícia Rodoviária, com um efetivo de 60 homens, alguns ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira, comandados pelo 1º Tenente José de Pina Figueiredo, da então Força Pública, destacados para atuar na, à época, recém inaugurada SP 150 – Rodovia Anchieta.

A partir de 16 de novembro de 1962, passou a constituir uma fração da Milícia Paulista, sob a denominação de Corpo de Policiamento Rodoviário.

Em 24 de maio de 1971, passou a chamar-se 39º Batalhão de Polícia Militar e, em 04 de dezembro de 1973, teve sua denominação novamente adequada à função especial que exercia, passando a denominar-se Batalhão de Policiamento Rodoviário.

Em 15 de dezembro de 1975, após nova adequação, foi denominado de 1º Batalhão de Polícia Rodoviária, do qual foram desmembrados, em 07 de agosto de 1977, o 2º Batalhão de Polícia Rodoviária e, em 25 de janeiro de 1979, o 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, os quais passaram a ter suas atividades coordenadas pelo Comando de Policiamento Rodoviário, criado também em 25 de janeiro de 1979.

Buscando o constante aperfeiçoamento e a adequação de sua atuação às necessidades impostas pela complexidade da malha rodoviária paulista, em 30 de setembro de 1987, foi criado o TOR - Tático Ostensivo Rodoviário, cuja missão é atuar como Força Tática nas rodovias, empregando equipamentos, armamentos, técnicas e táticas específicas para as atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública nas rodovias.

O Policiamento Rodoviário, no ano do seu cinqüentenário, abriu as portas para a mulher brasileira, inicialmente com 40 Policiais Femininos que atuavam exclusivamente no sistema Anchieta / Imigrantes. Mais tarde, a atuação da mulher nas rodovias foi ampliada com a classificação de Policiais Femininos nas diversas Unidades do Estado.

Após o ano de 2004 foram processadas várias modificações na estrutura da organização, entre elas a criação do 4º Batalhão de Polícia Rodoviária - 4º BPRv, sediado em Jundiaí, subordinado ao CPRv, responsável pela polícia ostensiva e preservação da ordem pública em ações de policiamento de trânsito rodoviário, destinado a fortalecer a segurança nas rodovias compreendidas pelo cinturão rodoviário ao redor da Capital, abrangendo as saídas para as Regiões Norte, Oeste e Sudoeste do Estado, dividindo as áreas de atuação dos 1º, 2º e 3º BPRv, este último, tendo a sua sede transferida do Município de Rio Claro para o Município de Araraquara.

Atualmente o Comando de Policiamento Rodoviário, como segmento especializado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, é responsável pelo policiamento ostensivo de trânsito e pela preservação da ordem pública em toda a malha rodoviária paulista, perfazendo um total de mais de 20.000 KM de rodovias, onde atuam cerca de 4.000 homens e mulheres que, diuturnamente, lutam pela segurança dos usuários das rodovias com o mesmo afinco dos pioneiros da década de 40, materializando o compromisso organizacional com a defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana."
Horário de atendimento -
Serviços 1. Fiscalização do trânsito nas rodovias paulistas;

2. Fiscalização do transporte de produtos perigosos;

3. Policiamento ostensivo para prevenção e repressão criminal;

4. Policiamento Tático Ostensivo Rodoviário, através das equipes TOR;

5. Monitoramento aéreo da malha rodoviária através do Grupamento e Bases de Rádio Patrulha Aérea da Polícia Militar do Estado de São Paulo;

6. Monitoramento eletrônico das rodovias em atuação integrada nos Centros de Controle Operacional do DER e Concessionárias de Rodovias em todo o Estado de São Paulo;

7. Atendimento a emergências com produtos perigosos em atuação conjunta com o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo e órgãos das Secretarias dos Transportes e do Meio Ambiente;

8. Atendimento e orientação ao cidadão usuário da malha rodoviária paulista através da intervenção direta e imediata por ocasião de acidentes de trânsito, panes e situações adversas em geral, providenciando o socorro de vítimas, a remoção de veículos, a pronta liberação da via ao trânsito e o registro circunstanciado dos fatos;

9. Atendimento e orientação, presencial, por telefone ou virtual, ao cidadão usuário da malha rodoviária paulista através das Bases Operacionais, dos Centros de Controle Operacional, do APC - Atendimento Público Centralizado na sede da Secretaria de Estado dos Transportes, através da página na internet ou de telefones.
Website www.policiamilitar.sp.gov.br/unidades/cprv
Você pode navegar por todas as regiões da cidade, basta clicar sobre o mapa e arrastar para os lados ou utilizar a ferramenta no canto superior esquerdo (as setas direcionais). Logo abaixo, há uma ferramenta de aproximação (tecla +) e de afastamento (tecla -).

No canto superior direito, é possível escolher a visualização do mapa. Em "SAT", você transforma a imagem em fotográfica; em "TER", o mapa mostra a rua com terreno; em "EARTH", você interage com o GoogleEarth (é necessário ter o plugin ou programa instalado).

Você ainda pode traçar uma rota de chegada até este local. Na caixa de diálogo do mapa, basta clicar em "Rota". Uma nova página se abrirá, então digite o seu endereço completo e clique em "OK". (No seu endereço, digite somente o nome completo da rua, número - sem complemento, nome da cidade e UF, conforme o exemplo: "rua exemplo, 123 - são paulo - sp"). O posicionamento constante no mapa pode ser apenas aproximado, e as informações disponíveis são de responsabilidade do Google.